BlogLugares Incríveis

GOLDEN RING IMPERDÍVEL

Post

Uma viagem à Rússia não é completa se você não visitar o Golden Ring como é conhecido o grupo de pequenas cidades medievais perto de Moscou  que acumulam cerca de mil anos da história ortodoxa russo.

Ao visitar as cidades do Anel de Ouro, você descobrirá a parte mais rural e remota da Rússia, longe da grande cidade que é Moscou, bem como kremlins espetaculares, igrejas e mosteiros, alguns deles declarados como Patrimônio Mundial pela UNESCO. Se você deseja fazer uma rota que começa e termina em Moscou e que percorre as principais cidades   Sergiyev PosadRostov VelikyPereslavlZalesskyYaroslavlKostromaIvanovo, Vladimir e Suzdal precisará de 2 ou 3 dias.

É importante ir com um guia, pois há muito o que ver e muita história para aprender!

Nossa viagem de 2 dias:

“Nós saímos pela manhã de Moscou em direção à Suzdal e no caminho paramos em Bogolyubovo, um pequeno vilarejo por onde passa a ferrovia trans-siberiana. Lá visitamos a Igreja da Intercessão, uma pequena igreja isolada no meio de um campo com apenas uma cúpula. Pegue uma charrete para ir até a igreja porque vale o passeio!

De lá seguimos para Vladmir que foi a capital da Rússia há 8 séculos atrás e a cidade mais importante da região. Na Catedral da Assunção de 1158 foram coroados e enterrados todos os príncipes da época. A Catedral é uma beleza por fora e por dentro. É toda decorada em ouro e pedras preciosas e as paredes são cobertas de lindos afrescos.

No final do dia chegamos em Suzdal, uma simpática cidade de casinhas de madeira, as Izbas que são típicas da região e nos hospedamos no Hotel Hot Springs Suzdal a melhor opção da cidade. O hotel é construído como se fosse uma grande Izba russa. É super em ordem, mas não espere nada de muito bom nem da comida e nem do serviço!

Em Suzdal visitamos o Monastério de Santo Euthymius de 1352, onde assistimos uma performance do badalar dos sinos. Diferente de Vladmir onde as cúpulas são douradas e de Bogolyubovo onde são azuis, aqui as cúpulas são verdes. No interior do monastério  encontramos a maravilha da arte medieval russa.

Não perca o Convento Pokrovsky, fundado em 1364. Para lá os Czares mandavam as esposas que não lhes davam filhos homens, pois assim eles poderiam casar-se de novo. A prática era muito comum naquela época e as esposas ficavam trancadas no convento para o resto das suas vidas.

Ainda em Suzdal, vistamos o Kremlin e dentro dele a Catedral da Natividade de 1230, a mais bonita igreja de Suzdal. As cúpulas azuis têm estrelas douradas e por dentro são cobertas de afrescos. Os lustres são um espetáculo a parte. O Iconstasis, um painel composto por ícones de ouro um ao lado do outro, “é de cair o queixo”!

No caminho de volta a Moscou, paramos em Sergiev Posad. A cidade cresceu em volta do Mosteiro da Santíssima Trindade de São Sérgio que é o mais importante monastério russo e centro espiritual da Igreja Ortodoxa Russa. O mosteiro impressiona pela beleza e tamanho. Uma verdadeira fortaleza com destaque para a Catedral da Dormição e suas cúpulas azuis e douradas. O complexo de edifícios de várias épocas dentro de muros, como um Kremlin, tem um convento e várias igrejas para se visitar. É um importante centro religioso para os russos e até hoje local de peregrinação. A Czarina Catarina, fazia todos os anos uma peregrinação a pé para o monastério.

Sergiev Posad é a cidade do Golden Ring mais próxima de Moscou, apenas 30km. Então, se não tiver tempo para ver as outras cidades, visite pelo menos esta, em um bate e volta de Moscou vale muito a pena!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *