BlogLugares Incríveis

O MELHOR DO PERÚ

Post

O Peru preserva um legado histórico dos mais ricos do mundo por ter sido a sede do misterioso Império Inca e colônia da Espanha durante três séculos. Entre os highlights estão Machu Picchu, que abrange o Vale Sagrado dos Incas, o Camino Inca e a cidade colonial de Cusco, rica em sítios arqueológicos e a capital Lima com um centro colonial preservado.

Possui uma natureza exuberante que inclui uma parte da Floresta Amazônica e da cordilheira dos Andes e o litoral do Oceano.

LIMA

Para quem vai conhecer o Peru, Lima, a capital é a porta de entrada, com atrativos primorosos como o Centro Histórico, considerado Patrimônio Cultural da Humanidade, pela UNESCO.

Visite a belíssima Catedral de Lima, logo à frente da Plaza de Armas, os conventos e outras igrejas lindíssimas de arquitetura barroca. Não perca o Museu Larco, que abriga mais de 45 mil peças da civilização pré-colombiana, o MATE museu do fotografo Mario Testino e o museu Pedro de Osama, filantropo de mesmo nome que colecionava obras religiosas na data da evangelização dos índios, no século XV.

Vale conhecer a impressionante pirâmide de Huaca Pucllana, ruínas arqueológicas que ficam bem guardadas no famoso bairro de Miraflores e explore essa vizinhança onde estão os melhores hotéis, restaurantes, lojas, parques e praças.

O Country Club Lima Hotel é um dos ícones da cidade. A suntuosa construção clássica de 1920 hospedou nomes como Nelson Rockfeller e John Wayne. Desde a recepção, que já recebeu o nome de mais bonita do mundo até os quartos amplos e decorados com tapeçarias artesanais peruanas e mobiliário colonial, tudo impressiona. O piano de cauda sob o teto esculpido com mais de três mil vitrais e as 300 obras de arte cedidas pelo Museu Pedro de Osma completam o ambiente sofisticado.

CUSCO

Habitada por indígenas há três mil anos, o nome Cusco significa umbigo do mundo pois se acreditava que o local era o centro do universo, erguido a pedido do deus Sol. A cidade fica a 3300 metros acima do nível do mar causando desconforto aos visitantes em um simples caminhar. A falta de ar e o cansaço desaparecem em alguns dias. Tomar chá ou mascar a folha de coca parece ajudar, mas na verdade, a dica é ingerir muito liquido e fazer tudo mais devagar nos primeiros dias.

Considerada Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco, Cusco, que já foi capital do Império Inca, agora é conhecida por seus vestígios arqueológicos e sua arquitetura colonial espanhola. A Plaza de Armas é a praça central da cidade antiga, com arcadas, varandas esculpidas de madeira e ruínas de muralhas incas. Lá está a Catedral de Cusco de uma riqueza impressionante.

Nota-se a interferência da cultura andina em meio as tradições católicas levadas pelos espanhóis durante a colonização. Um gigantesco quadro pintado pelo artista cusquenho Marcos Zapata deixa isso bem claro. A catedral foi erguida em cima de um templo inca com o objetivo de impor a cultura católica. Foram 100 anos para ficar pronta. Curioso são os santos feitos pelos andinos com feições que lembram características dos povos incas.

Não deixe de visitar o tradicional e colorido bairro de San Blas, onde estão lojas de artesanato, bares e cafés.

SACSAYHUAMAN

Sitio arqueológico construído durante o Império Inca para celebrações religiosas, mas por ter uma forma de fortaleza acredita-se que também tinha fins militares. A construção das paredes impressiona pelo tamanho das pedras, algumas chegam a pesar 128 toneladas, e pela disposição em que foram colocadas pois predispõe cálculos de engenharia sofisticada.

MACHU PICCHU

Machu Picchu está na lista dos locais mais sagrados do planeta. Diz a lenda que a cidade foi perdida e esquecida durante séculos. Erguida no século XV foi uma das únicas construções incas que não foram destruídas pelos espanhóis. Em meio ao massacre, ela foi a abandonado por seus moradores de 200 anos. Em 1911 o professor universitário de Yale, Hiram Bingham obteve permissão do governo peruano para iniciar uma expedição na região com a ajuda de 2 nativos. A partir daí Machu Picchu foi descoberta e em 1948 a cidade inca foi aberta a visitação, atraindo milhares de turistas.  Causam espanto o eficiente sistema de drenagem, as fundações profundas das construções, o processo construtivo em que pedras eram cortadas de modo primitivo e encaixadas umas as outras sem nenhum outro material que as unisse. Tudo isso sem contar que os incas não utilizavam animais para transporte de cargas.

Dizem que o local era um centro de cultuar o sol, a lua, rios e montanhas deuses do paganismo.

Desde 1983 a UNESCO proclamou Machu Picchu como patrimônio Mundial da Humanidade e em 2007 foi eleita uma das 7 Novas Maravilhas do Mundo. Para conter o publico apenas 2,5 mil pessoas podem circular por dia no santuário e vários locais tiveram seu acesso interditado. Tudo isso para preservar esse inestimável sitio arqueológico.

O ponto de acesso a Machu Picchu se faz a partir don povoado de Águas Calientes. É a ultima parada ao pé da montanha antes de iniciar o trajeto rumo ao santuário. E é nessa pequena cidade onde se encontram os 2 melhores hotreis da região.

À beira do rio Vilcanota, cercado pela mata esta o Sumaq Machu Picchu Hotel, um 5 estrelas com decor andino de extrema elegância e evoca na estética os elementos naturais: fogo, ar, água e terra.

Há muito o que desfrutar no hotel, mas o ponto alto é a culinária confeccionados com ingredientes de comunidades que vivem a três mil metros de altura. O hotel também oferece encontros com um autentico xamã que vive nas montanhas assim como um guia histórico para desbravar Machu Picchu.

Outro hotel maravilhoso para se ficar é o Inkaterra Pueblo Hotel. Excelente hotel em meio a uma mata exuberante.

Localização ótima bem perto da estação de trem e do centro de Águas Calientes. O paisagismo é lindíssimo e tem uma piscina de água corrente, naturalmente fria, mas linda.  Os quartos são espaçosos decorados com tapeçarias andinas e possuem camas com lençóis de algodão, cobertores de alpaca e dosséis, Wi-Fi, lareiras, pias de mármore e piscinas privativas.O hotel conta com um restaurante que serve culinária andina, com vista para o Rio Vilcanota. A diária inclui buffet de café-da-manhã e jantar à la carte, excelentes.

LAGO TITICACA

Localizado entre o Peru e a Bolivia, o lago Titicaca além de ter um tom de azul magnifico tem como principal atrativo as ilhas flutuantes de Uros. Um passeio de barco leva até essas ilhas artificiais feitas com camadas de totora, uma planta aquática andina, muito leve e que, ao absorver a água, flutua sobre o lago. Em cada uma das 89 ilhas que existem por lá, moram 6 famílias que vivem basicamente da pesca e do turismo. As mulheres usam vestimentas típicas e convidam os visitantes a conhecerem suas casas e seus trabalhos artesanais. Vale também dar uma volta nos barcos feitos de tortora, uma experiência única.

O melhor lugar para se hospedar e sem dúvida alguma no espetacular Titilaca Hotel, uma 5 * boutique hotel pertencente à rede Relais & Chateaux e instalado à beira da água, oferece uma esplêndida vista para o lago de cada quarto, de uma decoração contemporânea que soube integrar o patrimônio local, e um contato direto com a natureza selvagem que rodeia o lugar. São apenas 18 quartos de puro luxo.

As refeições estão incluídas é são um dos pontos altos da hospedagem. A outra é o serviço e a beleza do hotel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *