Cidade do México

A capital do México é uma cidade densamente povoada e localizada a uma altitude de 2250 metros acima do nível do mar. Por ser plana, explorar a cidade a pé pode ser uma boa opção, mas o sistema de metrô e trens é vasto e eficiente e serve como alternativa para driblar o trânsito dessa capital de 19 milhões de habitantes.

A mais antiga metrópole das Américas exala cultura e história em cada esquina, de casarões que remetem ao período colonial ao Palácio de Bellas Artes, um edifício de construção art nouveau imponente. São duas as zonas consideradas Patrimônio da Humanidade. A primeira compreende o centro histórico que abriga, entre outros edifícios, a Catedral Metropolitana e o Palácio Nacional, com os impressionantes murais de Diego Rivera e a segunda é Xochimilco, 28 km ao sul, testemunho da engenhosidade asteca com seus canais e ilhas artificiais.

A Cidade do México se divide em bairros com características bem especificas. Veja abaixo em qual deles se enquadra melhor a sua estadia.

Roma 

Roma é um bairro descolado, repleto de vida cultural e com inúmeras opções de bares, cafés e restaurantes. A região é supersegura e charmosa. O bairro é dividido em duas áreas: Roma Norte e Roma Sur. Enquanto a primeira é considerada uma zona hipster, onde se concentram os hotéis e restaurantes da região, a segunda é mais residencial e tradicional.

Zócalo

É o centro histórico da Cidade do México. Nessa região estão importantes pontos turísticos, como a Catedral Metropolitano, o Palácio Nacional, o Palácio de Belas Artes, Museu Templo Mayor. É muito fácil conhecer todas elas a pé. Para se deslocar para outros bairros Zócalo é bem servido de metrô, uma grande vantagem. Outro ponto positivo de ficar do centro é o custo das acomodações, mais em conta se comparado com outros bairros. Porém, como todo centro de uma grande cidade, à noite, quando o comércio fecha, fica totalmente vazio e um pouco perigoso.

Polanco

É o reduto mais luxuoso na Cidade do México. Em Polanco, além de renomados hotéis de redes importantes, como Hyatt, Wyndham, InterContinental, estão também famosos restaurantes. Polanco fica ao lado do Bosque de Chapultepec, uma das maiores áreas verdes da América Latina e próximo também do incrível Museu Nacional de Antropologia, um destino obrigatório na cidade. Um ponto negativo do bairro é que as estações de metrô são escassas por lá.

Condesa

Também fica nas proximidades do Bosque de Chapultepec, porém do lado oposto de Polanco. Se você busca segurança e tranquilidade essa é a região ideal. Por lá você encontra bares, restaurantes, cafés, lojas interessantes e um grande número de hotéis boutique. A oferta de transporte público é boa.

Juárez

É um bairro supercentralizado, conhecido também como Zona Rosa, onde acontece a vida noturna mexicana. O preço da hospedagem é mais acessível nos  hotéis de rede como Holiday Inn, Ibis e até mesmo Sheraton, para quem prefere algo mais refinado. De fácil acesso a qualquer região da cidade através do metrô.

Coyoacán

É o bairro onde fica a Casa Azul, o museu sobre a célebre pintora mexicana Frida Kahlo, que morou nessa casa durante quase toda sua vida. A região é mais tranquila e residencial, quase nada turística e bem afastado das principais atrações da Cidade do México.

Onde Ficar

Onde Comer

América do NorteCidade do MexicoComerDestinos

Belfiore

Website
Menu que você encontraria na Itália real. Os pratos brilham na simplicidade dos ingredientes.Massas incríveis, pizzas, saladas e sobremesas são a base deste menu. Destaque para o fusilli com berinjela, queijo ricota e tomate; risoto com coração de alcachofra e parmesão e penne assado com óleo de alcachofra e trufas.

América do NorteCidade do MexicoComerDestinos

Pujol

Website

Considerado por muitos como o melhor da cidade. O chef Enrique Olvera oferece duas opções diferentes de refeições em seu aclamado Pujol: um menu de degustação de vários pratos na sala de jantar formal e uma refeição “taco omakase” no bar baixo com vários tacos, antojitos e botanas. Boas notícias: você provavelmente irá provar o famoso prato de toupeira da Olvera, não importa o que escolher. Faça reserva com muita antecedência.

América do NorteCidade do MexicoComerDestinos

Azul Condesa

Website

Cozinha mexicana clássica. Entre os pratos mais destacados do cardápio estão os donuts de pato assados e banhados em toupeira preta (a toupeira é um molho espesso típico feito com mais de 20 temperos); o peixe Tikin-Xic, clássico da costa norte da Península de Yucatán, preparado com urucum, acompanhado de banana, abacate, tiras de tortilla; e a “manchamanteles puebla”, uma doce massa de pimentão com abacaxi, maçã, pêra e banana.

América do NorteCidade do MexicoComerDestinos

El Balcón del Zócalo

Website

É parada obrigatória no centro histórico da cidade. Seu terraço não poderia estar melhor localizado com vista para todos os prédios mais antigos da cidade. Não deixe de provar o risoto cremoso de abacate com camarão. Eles também têm salmão com toupeira de tamarindo e salada de queilites, carpaccio de polvo com óleo de gengibre defumado, e um formidável creme de zapote com mousse de abacate com granita de laranja e hortelã-pimenta.

O Que Fazer

América do NorteCidade do MexicoDestinosFazer

Teotihuacán

Conhecida como a Cidade dos Deuses, Teotihuacán foi a metrópole de uma misteriosa civilização que atingiu seu apogeu por volta de 100 dC . Foi a maior cidade da região, mas foi abandonada séculos antes da chegada dos astecas. Teotihuacán possui pirâmides imponentes e templos de pedra, estátuas detalhadas e murais intrincados. O Patrimônio Mundial da UNESCO é comumente visitado em passeios bate e volta a partir da Cidade do México. Os destaques de Teotihuacán incluem a Praça da Lua, a Pirâmide Solar, o Palácio de Quetzalpapalotl e o Templo de Quetzalcoatl (a serpente emplumada). A subida íngreme até ao topo da pirâmide solar inclui mais de 200 degraus e requer um nível razoável de esforço físico para quem quiser subir ao topo. O site está fechado às segundas-feiras e os residentes mexicanos recebem entrada gratuita aos domingos, então evite a visita aos finais de semana.

América do NorteCidade do MexicoDestinosFazer

Basílica de Guadalupe

É a igreja mais importante do México e o principal templo católico nas Américas. É a segunda igreja mais visitada do mundo, ficando atrás somente da Basílica de São Pedro, em Roma. A lenda da virgem de Guadalupe diz que a Virgem Maria teria aparecido no século XVI ao índio Juan Diego (este o primeiro santo indígena da Igreja Católica) e pedido para que ele se apresentasse ao bispo do México para mandar erguer ali uma igreja em honra a ela. No caminho até o bispo, Juan Diego colheu várias flores e as carregou em seu manto. Ao encontrar o bispo, seu manto se desenrolou e nele estava pintada a imagem da Virgem de Guadalupe. Hoje este manto está exposto na Basílica e muitos fiéis vão até lá atrás de milagres.

América do NorteCidade do MexicoDestinosFazer

Museu Nacional de Antropologia

É uma das melhores atrações da Cidade do México. Imenso, com uma arquitetura impressionante. Lá estão expostos os maiores artefatos da cultura pré-colombiana do México, com estátuas raríssimas e entre elas, a famosa Pedra do Sol.

O museu por si só, para ser visto em detalhes, toma um dia inteiro do roteiro, diante de tantas obras e exposições muito bem montadas. Mas além dos elementos expostos nos salões de seus edifícios, o museu apresenta ainda em seus jardins alguns templos pequenos que foram transferidos para o local.

América do NorteCidade do MexicoDestinosFazer

Museu de Arte Popular

Para conhecer mais sobre a arte tradicional mexicana e todo o seu colorido e passionalidade; O Museu de Arte Popular (Museu de Arte Popular), localizado em um edifício Art Déco branco no centro histórico da Cidade do México, concentra-se na diversidade da arte popular e do artesanato mexicano, exibindo peças que vão da cerâmica aos têxteis e tudo mais. . É um ótimo lugar para aprender mais sobre os povos indígenas do México por meio de seus trabalhos criativos. Normalmente, há duas ou três exposições não permanentes em execução simultaneamente. Todos eles se concentram no artesanato, alguns se aprofundam em um determinado ofício ou material e outros se concentram em como um tema é representado em todo o México. O museu é conhecido por organizar um desfile noturno anual de grandes figuras esculpidas chamadas alebrijes.

América do NorteCidade do MexicoDestinosFazer

Museu Tamayo

Este museu dedicado à arte contemporânea foi fundado por Ruffino Tamayo em 1981, quando o artista mexicano doou suas próprias obras, além de uma vasta coleção de arte contemporânea internacional, com o objetivo de apresentar ao público a arte do século XX. O edifício, projetado pelos arquitetos mexicanos Teodoro González de León e Abraham Zabludovsky, é feito de concreto armado e pedra de mármore branco.

América do NorteCidade do MexicoDestinosFazer

Museu de Arte Moderna

Estão expostas importantes obras de artistas mexicanos, assim como importantes acervos de arte mexicana do século XX no país. Mais de três mil peças presenteiam os turistas, são nomes como: Diego Rivera, David Alfaro Siqueiros, José Clemente Orozco, Frida Kahlo, Carlos Orozco Romero e Rufino Tamayo, María Izquierdo e Juan O´Gorman. O MAM oferece ainda um rico acervo fotográfico com obras de Manuel Álvarez Bravo, Tina Modotti, Edward Weston e muitos outros. Além do acervo permanente, o MAM oferece exposições temporárias.  O museu conta ainda com um grande jardim de esculturas. 

O Que Comprar

Repleta de excelentes mercados de artesanatos, a Cidade do México é capaz de agradar a todos os bolsos. Será difícil resistir a tantas peças coloridas, divertidas e cheias de estampas sensacionais. Aproveite os corredores repletos de banquinhas e invista algumas horas nos mercados de arte popular. Eles estão espalhados por toda a cidade, mas alguns atraem mais turistas pela boa localização. É o caso do Mercado de Artesanias de Coyocán, pertinho do Museu Frida Kahlo, e o Mercado de La Ciudadela, próximo ao Centro Histórico. Um mercado em especial se destaca pela qualidade das peças, das lojas ao redor e também pela linda vizinhança que é o Bazaar Sábado, no bairro de San Angel. Para comprar nas muitas barracas montadas pelas ruas e praças ou só para passear e aproveitar os bons restaurantes do bairro e ver as apresentações de música e danças típicas.