EuropaFazerMoscou

KGB

Post

Até 30 anos atrás, um estrangeiro na Rússia só pisava na sede da KGB, em Moscou, na condição de prisioneiro ou de colaborador do regime comunista, espião. Hoje, qualquer um pode entrar no prédio da polícia secreta e política soviética, a rival da norte-americana CIA.

O grande edifício amarelo ainda dá calafrios. Além dele, o turista pode visitar o Museu da KGB, um edifício próximo, no centro de Moscou, perto do Kremlin. Não pense, no entanto, que é tão simples. Só dá para marcar por intermédio de agências.

O museu guarda objetos de espionagem ultramodernos para o período da Guerra Fria, como microtransmissor em sola de sapato e câmera fotográfica na ponta de uma caneta. A maioria dos itens foi apreendida de espiões americanos e ingleses que rodaram na Rússia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *