Lisboa

A capital de Portugal é admirada pelos belos prédios dos séculos 14 e 15 que são decorados com azulejos azuis e brancos mas também agrada como a cidade moderna que surgiu nas últimas décadas, quando passou de uma cidade provinciana a uma cidade cosmopolita.
Becos e ruelas guardam preciosidades de um rico passado. Há templos como o Mosteiro dos Jerônimos e museus antigos como o do Carmo e o Calouste Gulbenkian que merecem serem visitados. O fado, o bacalhau e a Torre de Belém devem fazer parte do seu roteiro, mas a Lisboa do século 21 também reserva belas surpresas como o Centro Cultural de Belém, o Oceanário, o Museu do Design e da Moda, além da ótima cena gastronômica e dos hotéis excelentes que há por lá.

A cidade se situa à beira do Rio Tejo e está espalhada pelas 7 colinas listadas abaixo.

  1. Colina de São Jorge também chamada de  Castelo, é a colina mais alta das sete onde fica o Castelo de São Jorge e onde se pensa que apareceu o primeiro povoado que deu origem a Lisboa.
  2. Colina de São Vicente, onde fica o Bairro da Alfama e o Convento de São Vicente de Fora.
  3. Colina de Sant’Anna onde ficava o Mosteiro das Freiras Dominicanas de Nossa Senhora da Anunciada, local onde agora fica o Largo da Anunciada.
  4. Colina de Santo André, onde muitos moradores da cidade antiga escolheram viver após o terramoto de 1551 por serem muito altas e de “melhores ares”. Famílias nobres instalaram-se na região e adquiriram quintas e casas de campo. Mais tarde essas casas deram lugar aos grandes palácios que se localizam sobretudo ao longo das calçadas da Graça e Santo André e ainda no Largo da Graça.
  5. Colina das Chagas, cujo nome é atribuído por causa da Igreja em louvor às Chagas de Cristo. Corresponde à área do Largo do Carmo.
  6. Colina de Santa Catarina, que vai do Camões até a Calçada do Colombo.
  7. Colina de São Roque, atualmente o Bairro Alto

Quando ir

No verão é quando acontecem as festas e festivais. Junho é o mês dos santos populares, e o ápice é o dia de Santo Antônio (13 de junho). Há procissões e muitas festas de rua, especialmente no bairro de Alfama. É uma época animada e festiva, mas por outro lado as temperaturas podem chegar a 40ºC e tudo fica mais cheio e mais caro.

No outono e na primavera as temperaturas amenas e preços mais baixos são convidativos.

No inverno o frio não é muito rigoroso e é uma boa pedida para quem quer ir a Europa mas não suporta o frio congelante dos outros países.

Motoristas e Guias

Gaspar:
Cel.:00351963052131
De confiança absoluta e muito gentil.

Silvestre:
silvestre-manuel@hotmail.com
Cel.: 00351-964442289.

É motorista de turismo oficial faz tours de Lisboa, Sintra, Óbidos, Fátima entre outros e os traslados. Excelente profissional.

Alex:
alexbezz@hotmail.com

Simplesmente maravilhoso, Alexandre Bezzera de Oliveira tem altas dicas!

Antonio:
tavares.valente@hotmail.com

Esse motorista é sensacional, me serviu 20 dias e conheci quase todo o país com ele!

Fernanda:

+351 218231047 ou +351 964728855.
Uma dica preciosa de Lisboa. Muito carismática, cultíssima, discreta, tem carro próprio e preços excelentes.

Onde Ficar

A maioria dos bons hotéis para se hospedar estão próximos do centro no entorno da Avenida Liberdade ou em charmosos estabelecimentos no Chiado e no Bairro Alto. A vantagem de estar nestes distritos é a proximidade das atrações turísticas e restaurantes e a boa malha de transportes públicos, mas você também poderá encontrar boas surpresas em bairros um pouco mais afastados como em Belém.